Páginas

28 de dez de 2010

Trem da Vida



A todos vocês que compartilham comigo essa linda viagem desejo que 2011 seja um ano de muita paz e saúde.
Bjs



Trem da vida

A vida não passa de uma viagem de trem, cheia de embarques e desembarques, alguns acidentes…

…agradáveis surpresas em muitos embarques e grandes tristezas em alguns desembarques.

Quando nascemos, embarcamos nesse magnífico trem e nos deparamos com algumas pessoas, que julgamos, estarão sempre nessa viagem conosco, nossos pais.

Infelizmente isso não é verdade, em alguma estação eles descerão e nos deixarão orfãos dos seus carinhos, amizade e companhia insubstituível.

Isso porém não nos impedirá que durante o percurso, pessoas que se tornarão muito especiais para nós, embarquem.

Chegam…

Nossos irmãos.

Amigos.

Filhos.

E amores inesquecíveis…

Muitas pessoas embarcarão nesse trem apenas a passeio, outras encontrarão no seu trajeto apenas tristezas e ainda outras circularão por ele prontas a ajudar quem precise.

Vários dos viajantes quando desembarcam deixam saudades eternas, outros tantos quando desocupam seu assento, ninguém nem sequer percebe.

Curioso é constatar que alguns passageiros que se tornam tão caros para nós, acomodam-se em vagões diferentes dos nossos, portanto somos obrigados a fazer esse trajeto separados deles.

No entanto, infelizmente, jamais poderemos sentar ao seu lado, pois já haverá alguém ocupando aquele assento.

Não importa, é assim a viagem, cheia de atropelos, sonhos, fantasias, esperas, despedidas, porém, jamais retornos.

Façamos essa viagem então da melhor maneira possível, tentando nos relacionar bem com os outros passageiros, procurando em cada um deles o que tiverem de melhor, lembrando sempre que em algum momento eles poderão fraquejar e precisaremos entender…

…porque provavelmente também fraquejaremos, e com certeza haverá alguém que nos acudirá com todo seu carinho e sua atenção.

O grande mistério afinal é que nunca saberemos em qual parada desceremos, muito menos, nossos companheiros, nem mesmo aquele que está sentado ao nosso lado.

Eu fico pensando se quando descer desse trem sentirei saudades.

Acredito que sim, me separar de muitas amizades que fiz será no mínimo doloroso, deixar meus filhos continuarem a viagem sozinhos será muito triste com certeza, mas me agarro na esperança que em algum momento estarei na estação principal e com grande emoção os verei chegar.

Estarão provavelmente com uma bagagem que não possuíam quando embarcaram, e o que me deixará feliz será ter a certeza que de alguma forma eu fui um grande colaborador para que eles tenham crescido.

Amigos, façamos com que a nossa estada nesse trem seja tranquila, que tenha valido a pena e que quando chegar a hora de desembarcarmos, o nosso lugar vazio traga saudades e boas recordações para aqueles que prosseguirem a viagem.

Autor desconhecido

22 de out de 2010

Vestido

Esse eu aprendi com a Tricia, na convenção de origamis.

21 de out de 2010

Lacinhos


Fiquei apaixonada por esses lacinhos. E finalmente conseguir dobrar os meus.
Foram feitos em papel coreano 5x5cm
Beijos dobrados
Sue

27 de ago de 2010

De volta para casa

Viajar é bom, mas voltar para casa é muuuiito bom.
E ja estamos de volta.
Conforme prometi estou mostrando para vocês algumas imagens da exposição de origami do Oriland na Biblioteca Pública de Toronto.

bjs








Divulgando Evento


Olá amigos,

gostaria de lembrar a todos que nos dias 4 e 5 de setembro de 2010 acontecerá, no Rio de Janeiro, a 4ª Convenção de Origamis do Grupo Dobras Brasil.
Me lembro que foi na 1ª Convenção que tive meu primeiro contato com o origami , me apaixonei e não consegui mais me separar dos papeizinhos rs
Vale a pena conhecer os trabalhos de nossos amigos origamistas.
Além disso, é uma ótima oportunidade para rever os antigos e fazer novos amigos.
Mais informações no Blog do grupo Dobras: http://dobrasbrasil.blogspot.com/


18 de ago de 2010

Ferias em Toronto!!!!


Oi amigos,

finalmente ferias!!!
Estamos em Toronto e curtindo muito tudo isso aqui.
Nao tenho dobrado nada, mas visitei uma exposicao do Yuri e da Katrin Shumakov, do ORILAND.
A exposicao tinha poucas pecas, mas muito bonitas. Depois posto algumas fotos para voces verem.

bjs dobradosAlinhar à direita
Sue


18 de jul de 2010

Um presente especial!!!

Mais trico

Aproveitando o tempo para postar algumas coisas que consegui fotografar.
bjs
Sue

Tricotando!!


Nesses dias frios nada melhor que um croche e um trico para passar o tempo.
E uma golinha linda para aquecer!!!



Rosas, sempre lindas!!

Esses são alguns trabalhos que fiz nas últimas semanas.
Alguns não tive tempo de fotografar. Mas consegui postar esses para vocês verem.
Abraços,
Sue







7 de mai de 2010

Que mãe é essa?

Uma homenagem à minha, à sua e a todas as mães


Tem bicho mais estranho do que mãe?
Mãe é alma contraditória.
É alegria no choro.
É carinho na raiva.
É o sim no não.

Só mãe mesmo pra ser o oposto...
E depois o contrário de novo.

Vai ver que é porque filho não vem com manual de instrução. e pra conduzir as crias no mundo, ela usa só de intuição, pra tentar fazer tudo direito.

Mas como pode ser assim, tão incoerente?

Ela diz:
Filho, você não come nada...
E logo se contradiz:
Para de comer, que eu estou botando o jantar!

E aí ela lamenta:
Ai, que eu não vejo a hora desse menino crescer!
Mas logo se arrepende:
Deixa que eu faço, você ainda é uma criança...

E quando ela manda:
Tira essa roupa quente, menina!
E logo em seguida:
Veste o casaco, quer pegar um resfriado?

Esse menino dorme demais...
Esse menino não descansa...

Essa menina vive na rua!...
Filha, sai um pouquinho, vai pegar um sol...

Pois é, gente, que pessoa é essa que jura que nunca mais...
E no momento seguinte promete que vai ser pra sempre?

Essa pessoa é assim mesmo:
Igual e diferente de tudo o que a gente já viu.
É a fortaleza que aguenta o tranco, só pra não ver o filho chorar.
É o sorriso de orgulho escondido, só pra não se revelar.

Mãe dá uma canseira na gente.
E às vezes tira do sério...

Até que um dia a gente se depara com uma ausência insuportável:
É a mãe que vai embora, deixando um vazio enorme, escuro, silencioso.
E aí descobre que, mesmo errando, ela sabia de tudo, desde o início.
E fez de tudo pra acertar.
Porque criar filho não tem regra - é doação e amor simplesmente.

Então, se você tiver privilégio de abraçar sua mãe nesse segundo domingo de maio, agradeça, porque o presente é seu. E esteja certo:
Mesmo sem manual de instrução, ela continua aí, atrapalhada, contraditória...
Mas com o olhar atento, querendo entender como você funciona.
E fazendo de tudo pra você não falhar.

Feliz dia das mães!

Texto Lena Gino

15 de abr de 2010

Novo Blog no ar

Oi Amigos,
tem um blog novo no ar.
A grande origamista Ekaterina Lukasheva montou seu blog: http://www.kusudama.me/
Merece uma visita. Seus trabalhos são lindos.
E esta não é a única novidade. Ela pretende liberar alguns de seus diagramas. A condição é a seguinte: cada vez que seu blog for divulgado no Flickr, Blogspot, Myspace, Wordpress e outros será marcado 1 ponto. Quando alcançar a meta de 100 pontos divulgará o diagrama do Kusudama Rafaelita, 120 pontos Kusudama Edelweiss, 150 pontos Kusudama Festival e Kusudama Grafique.
Após divulgar no blog, informar como comentário em : http://community.livejournal.com/ru_kusudama/599063.html
Uma pequena mostra do que encontrarão lá:
beijos dobrados